USP lança primeiro "massive online open course" da América Latina

No dia 12 de junho, a Universidade de São Paulo, junto com o Veduca, lança o primeiro MOOC (Massive Online Open Course) da América Latina… assinado por uma universidade pública. A bem da verdade vários MOOCs já rolaram por aqui, um exemplo é o curso de jornalismo de dados do Knight Center for Journalists da América Latina. Existem outros que poderiam se encaixar na descrição de “Curso Massivo Aberto e Online”, mas normalmente a sigla está atrelada a instituições de ensino superior, há emissão de certificado de honra, são gratuitos, estruturados, têm acompanhamento em tempo real e início, meio e fim. Enfim, existem “turmas”.
Os cursos oferecidos pela USP serão Física Mecânica Básica e Probabilidade e Estatística. Com isso, a USP entra para a lista de universidades ao redor do mundo que estão apostando no experimento de ensinar milhares de alunos ao mesmo tempo. Há um ano, por exemplo, Harvard e MIT fundaram o edX. Desde então, várias outras se uniram à plataforma. Outros bons exemplo são o Coursera e o Udacity, ambos encubados em Stanford. Todos, contudo, oferecem cursos em inglês.
Não será a mesma coisa do que estudar na USP, como não é estudar no MIT quem fez um curso do eDX. Mas se a instituição seguir o exemplo lá de fora, a experiência será de altíssima qualidade.

Inteligência Artificial: curso gratuito pela Universidade Stanford

Certa vez, o então CEO do Google Eric Schmidt, disse: “Os carros deveriam se dirigir. Termos inventado os carros antes dos computadores é um bug na história do homem”. Schmidt estava falando do carro autodirigível do Google, um projeto que mistura mandinga de ziriguidum e tecnologia e que no fim das contas serve para você economizar no taxi quando for voltar pra casa bêbado e sozinho. Isso e consertar todas as navalhadas que os barbeiros dão no trânsito. E o que isso tem a ver com um curso online e gratuito de introdução à Inteligência Artificial pela Universidade Stanford? Tudo. Continue…